Principal » Hino

Hino

Em 1976, o então presidente do Guarani Futebol Clube, Leonel Martins de Oliveira, designou alguns integrantes do Departamento Social para encontrar alguém que pudesse compor um hino oficial para o Bugre Campineiro.

Assim, o Sr. Antonio Carlos Milanês, amante de música popular, procurou na ocasião o jornalista e compositor campineiro Oswaldo Guilherme (07/03/1919 – 28/02/1995), autor de sucessos tais como “Raízes”, “Franqueza” e “Conselho”. O compositor, autor de mais de 200 composições ao lado do amigo Augusto Duarte Ribeiro (“Denis Brean”), que era fanático pelo Guarani, então pediu que fosse feito um apanhado daquilo que gostariam que fosse enaltecido na composição do hino.

Dias depois, Antonio Carlos Milanês e Hermógenes de Freitas Leitão Filho, outro grande bugrino e então membro do Departamento de Futebol, fizeram uma série de observações do que deveria conter no hino. Dentre uma porção de definições, concluíram que não deveria haver citação da cidade de Campinas, e que menções “bairristas” deveriam ser evitadas, pois a torcida de um time de futebol é feita por toda uma coletividade nacional. Em contrapartida, expressões tradicionais como a “Família Bugrina”, o “Brinco de Ouro”, a bandeira e as cores do clube deveriam ser enaltecidas. Além disso, certas frases foram sugeridas ao autor como “Guarani é mais amor” e “Brinco de Ouro, a nossa taba”. Menções às vitórias e derrotas também foram recomendadas.

Oswaldo Guilherme se incumbiu de dar forma poética aos versos do Hino Bugrino, ressaltando-se que, em nenhum momento, houve algum tipo de interesse financeiro. De forma gratuita, ainda, o autor entrou em contato com a gravadora RCA Victor para tratar da aprovação, orquestração e demais encargos inerentes ao processo de formatação do Hino do Guarani Futebol Clube.

Foi então que no dia 8 de agosto de 1976, antes do Guarani entrar em campo para enfrentar o Palmeiras pelo Campeonato Paulista (2 x 2), foi apresentado à torcida o Hino Oficial Bugrino, que caiu imediatamente no gosto de todos.

A obra foi tão primorosa que, no ano seguinte, em 1977, o estado do Mato Grosso promoveu um concurso para eleger o hino mais belo de clubes de futebol. O vencedor foi o Hino Oficial do Guarani Futebol Clube.

Letra e Musica de Oswaldo Guilherme
“Eu levo sempre comigo,
Em todo campo que eu for,
A bandeira do verde e branco,
Símbolo do torcedor.

Brinco de Ouro, a nossa taba,
Construído com devoção,
Nossa Família Bugrina,
Tem raça e tradição.

Refrão
Avante, avante meu bugre!
Com fibra e destemor!
A cada nova jornada,
Guarani é mais amor.

Avante, avante meu bugre!
Que nós vibramos por ti!
Na vitória ou na derrota,
Hoje e sempre, Guarani.”

Ouça o Hino Oficial do Guarani Futebol Clube

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.